M
E
N
U
<<


A arte de formular encantamentos

A magia natural opera através de analogias, um feitiço ou encantamento é uma reunião de elementos que terão efeito simbólico, e desta forma a escolha, compra, preparo e reunião dos ingredientes utilizados é um processo que aos poucos ajuda a mente a focalizar um objetivo e visualizar sua realização.

Os elementos disponíveis para formar estas correspondências são cores, alimentos, plantas e flores, animais, metais, pedras, tecidos, fibras vegetais, sementes, perfumes, sons e óleos. Dependendo da complexidade da operação, se ao invés de um simples feitiço você executar um ritual, então terá de procurar também sintonizar divindades relacionadas ao pedido em questão.

Em geral se reúne símbolos analógicos dos objetivos, por exemplo, abundância, prosperidade, cura, a pessoa a quem se destina o objetivo, etc.
 
O ato de pronunciar o feitiço em geral catalisa a vontade do operador, e o prana emitido ao se pronunciar o encantamento em voz alta inicia o movimento do fluxo cósmico de energia que resultará no efeito desejado. Existem Grimoires e Books of Shadows antigos e modernos disponíveis em livrarias especializadas, com encantamentos já testados e orientação. 

Algumas dicas de pessoas experientes devem ser levadas em conta:

Seja simples: mentalize firmemente a idéia e visualize o fato já consumado, de forma positiva. Usar muitos elementos pode trazer confusão e diluir o momento energético. A maioria dos Book of Shadows e Grimoires provem de países do hemisfério Norte, onde existem ervas, frutas e outros ingredientes que não correspondem à nossa realidade. Tentar comprar artigos importados ou raros não fará seu feitiço mais eficiente, lembre-se de que regra dourada da Magia Natural é respeitar a natureza, e o desperdício é inaceitável. A criatividade é uma das coisas mais importantes a se desenvolver, e até mesmo os rituais e feitiços podem ser elaborados e escritos por você mesmo, e você pode substituir ingredientes estrangeiros usando coisas do nosso folclore. 

Outro detalhe importante: alguns ambientes domésticos favorecem particularmente a elaboração de feitiços: a cozinha tem sido um reduto de bruxas há séculos, pois a reunião de ingredientes, a mistura e cozimento favorecem a concentração e estão disponíveis em todas as casas, no caso de artesãos, um ateliê favorece a criatividade e energização, que podem ser feitos através de cores, formas, etc.. Pessoas que gostam de costurar, bordar, tricotar podem "alinhavar" um encantamento enquanto trabalham, e as pessoas que gostam de jardinagem podem faze-lo também ao ar livre.

Seja rápido: a não ser que seja requerido pelo feitiço um prazo, ou espera, reúna os elementos à mão, e se dirija a um local calmo, silencioso, onde possa se concentrar melhor. Comprar os ingredientes muitos dias antes da realização dilui o potencial energético que seria cumulado no processo, nos casos em que se requer uma fase específica da Lua, ou hora, deve-se fazer a compra de ingredientes imediatamente antes. A operação de escolher e comprar os ingredientes deve ser feita a cada feitiço, manter estoques deve ser evitado quando se trata de artigos fáceis de encontrar, pois o processo de escolher e reunir os elementos faz parte da corrente de mentalização que cria o foco psíquico que irá transferir energia para um objetivo definitivo.

Lance-o e esqueça-o: uma frase comum nos Book of Shadows: cast it and forget it, significa que uma vez iniciado o fluxo energético, não adianta ficar ansioso esperando e observando os fatos, é necessário confiar nas leis do universo e deixa-las operar. É apenas a imensa confiança nas Leis do Universo que faz de uma pessoa um Wicca. 

Lei do Triplo Retorno: escreva em local de destaque em seu Book of Shadows: tudo o que fizeres a ti retornará triplicado. Significa que se quer ajudar aos outros, deve ter o cuidado de projetar o feitiço de forma ética, nunca usando palavras ou idéias que impliquem em anular a força de vontade e os direitos de outras pessoas. Quanto mais coisas boas você fizer pelos outros, mais receberá, mas se usar as Leis Universais de forma egoísta provavelmente atrairá o choque de retorno. Isto é visto na maioria de feitiços de prosperidade, onde se pede para todos, ou para alguém que precisa, e se recebe também nossa parte. 

Da mesma forma, deve-se sempre optar por formular o feitiço de forma positiva, sem usar a palavra não, sem usar limitações ou restrições, todo cuidado é pouco com as palavras escolhidas, lembre-se: a palavra tem poder.

Feitiços devem ser feitos por necessidade, não por diversão: deve haver um objetivo válido, ético, altruísta, importante, deve-se resolver uma carência ou problema de alguém, ou pedir entendimento para que a pessoa resolva seus próprios problemas ao enxerga-los de um ponto de vista mais amplo. Fazer só para ver se funciona é totalmente contra indicado, pois o propósito inicial é vazio e pode atrair vazios em outros setores de sua vida. A mecânica das Forças Universais age de forma direta, ininterrupta, progressiva e cíclica, então não se deve começar algo que se tem dúvida quanto à continuidade ou legitimidade.

Mantenha registros de cada feitiço em seu Book of Shadows: os elementos que estavam disponíveis, o que você esperava, como executou, onde, a que horas e a fase da Lua. Os efeitos posteriores devem também ser anotados. Estas anotações servem para aprimorar seu trabalho e já vai longe o tempo em que precisávamos esconder estes registros com medo de ir para a fogueira. Você vai reparar que conforme adquire experiência vai gradualmente modificando os feitiços escritos por outros para se adaptarem à sua mente e forma de agir. 

Outro detalhe importante: aconselhava Lady Sheba que nunca se guarde um feitiço ou ritual em papel que não foi escrito por você, e nunca se negue emprestar seu Book of shadows a outra bruxa: em resumo, você deve copiar de próprio punho as informações que quiser guardar e passar informações a quem lhe pedir, pois o fluxo de energia Universal é um direito sagrado de todo ser vivente, ninguém é dono do conhecimento, somos apenas veículos. A cumplicidade entre bruxas foi o grande trunfo que as fez sobreviver às diversas perseguições. 

É claro que uma bruxa moderna pode fazer de seu notebook um Book of Shadows, mas ainda assim deveria digitar pessoalmente os textos, ao invés de copia-los e cola-los no processador de texto. O grande carisma do papel e tinta ainda é um poderoso encantamento, muitos feitiços funcionam melhor se o texto for escrito em papel e queimado, portanto deve-se considerar que um Book of Shadows escrito e ilustrado pelo dono deverá ter uma concentração de energia muito grande.

Topo página

© Copyright 2002 - Gen Produções Culturais Ltda. 
Todos os direitos reservados